Outubrounada

novembro 11, 2006 às 4:46 am | Publicado em Ad, Inspiring | 8 Comentários

Rolou recentemente a Outubrounada, balada mais quente do ano ecano (por ecano, entenda-se algo referente ao universo da Escola de Comunicações e Artes da USP).

O evento foi bem legal, mas durante á organização ela estava passando por graves problemas. Os principais eram referentes à data, já que aconteceria uma semana depois da Anastácia (outra balada ecana que bomba) e uma antes do BIFE, jogos universitários entre ECA, FAU, Biológicas e IME. O povo tinha torrado a grana na balada e estava guardando o restinho para os jogos. Resultado: o target deles estava quebrado. E todo mundo sabe que quando o problema é bolso, o papel da comunicação fica 1 milhão de vezes mais essencial. Ah, falando nisso, tava até esquecendo, faltavam apenas duas semanas para a festa e os caras estavam totalmente atrasados com a comunicação tradicional de cartazes e flyers.

É, pareceia que não ia ter jeito. Era melhor aceitar que a balada seria um grande fracasso.

No entanto, como estamos falando de uma boa escola de comunicação, não era possível que não houvesse nada a fazer para dar um jeito nesse desastre anunciado que seria a Outubrounada. Parece que eles também pensaram assim, e sob a direção do meu brother Luiz Yassuda, ex-parceiro de ECA Jr. e atual criativo da Espalhe, vestiram todos coletes camuflados, botas e munição e foram para a guerra, ou melhor, para a guerrilha.    

Como eu mencionei, o maior significado que a festa carrega é o seu alto grau hormonal. E já que é assim, eles fizeram de tudo para deixar esse significado bem presente para todos, botando aquela pilha na galera. A idéia era fazer eles perceberem que essa balada ia ser histórica e ninguem poderia perdê-la.

E assim foi. Tudo começou com uma ação bem simplezinha. Os caras pegaram um desses canetões e, aproveitando-se da cultura jovem de escrever em banheiros públicos, picharam na parede dos banheiros da ECA: “Quem você pegaria na Outubro?”.

banheiros_01.jpg

E não é que teve gente respondendo…

banheiros_02.jpg

Só que eles sabiam que se usassem só o emocional não teriam sucesso total. A galera estava sem grana e precisava também de um benefício racional para validar essa decisão de ficar no vermelho mas ir pra festa. Então, os caras começaram a soltar um boato que a Diageo bancaria as bebeidas da festa (open bar) a noite inteira. Isso já começava a soar interessante para o pessoal. Uma coisa que ajudou o boato, foi que um dos organizadores centrais da festa ficava andando pra lá e pra cá com uma pastinha transparente e um documento fake desse acordo com a Diageo dentro (tinha até o logo deles e o caramba).  

Como estava ando certo, pra reforçar mais ainda essa história, os caras soltaram pelos murais da ECA uma carta de repúdio à ECAtlética (organizadora), dizendo que era um absurdo que os ecanos estivessem “abrindo as pernas” para o capital estrangeiro, associando-se a uma grande coorporação internacional (a Diageo no caso). Deu a impressão de que a carta teria sido redigida pelo Centro Acadêmico (CA), que historicamente levanta a bandeira vermelha pelas ruas e corredores da ECA. Isso serviu para dar um clima de que a festa era errada e que a iniciativa do acordo era prejudicial. Como jovem adora transgredir uma regrinha e fazer coisa errada, isso desafiaria o público, além de consolidar mais ainda o boato.

  panfleto.jpg

Como a repercussão do folheto foi ótima e realmente rolou um burburinho em cima desse embate comunista vs. capitalista; atlética vs. centro acadêmico, os caras resolveram levar essa história até as últimas consequências. A  tirar um barato da cara do CA e promover uma votação na Quinta e Breja (happy hour semanal da ECA). O pleito tinha o objetivo de fazer com que o público decidisse como deveria ser a divulgação da Outubrounada desse ano, já que houve coisas polêmicas nos outros anos, o que enfuresceu o CA, que chegou ao extremo de queimar cartazes da Atlética em praça pública. O engraçado mesmo eram as opções da cédula que incluiam coisas como “gostosas semi-nuas entregando flyers”. Só por curiosidade, foi essa mesmo que ganhou.

quinta_i_breja_craft.jpg

quinta_i_breja_cedula.jpg

Como se tratava de uma campanha de guerrilha, eles não poderiam ter deixado a internet de lado. E não deixaram mesmo. Além do tradicional e-mail marketing, rolaram duas ações mais bacanas. Uma delas foi no orkut, com a criação de três perfis fake, que se passavam por alunos de outras unidades da USP que tinham ouvido falar da festa e queriam saber mais sobre ela. Eles falavam, por exemplo, que ouviram dizer que a Outubro seria a festa do chantily, que ia pegar fogo etc. E o melhor é que os ecanos respodiam confirmando os boatos e botando pilha para os forasteiros irem.

orkut_espontaneo_baladasusp.jpg

E por fim, rolou também um viralzinho da edição de 2005, principalmente para os bixos poderem ver os melhores momentos, se é que vocês me entendem. Bom, se não entenderam confiram ae:

E o melhor de tudo é que a camapanha deu resultado. A balada acabou alcaçando o break even e até tirou um lucrinho para começar a fazer próxima. Não foi nenhum sucesso absurdo de público, porque, como todos sabemos, temos que encarar a realidade de que a comunicação não faz milagre. Para ter sido um sucesso total era necessária uma grande convergência de fatores, o que não aconteceu nessa festa. Mas a comunicação fez sua parte muito bem feita e contribuiu muito pra salvar o evento do fracasso total.

Fiquei muito contente de ver esse tipo de ação sendo feita na ECA. Mostra que a galera tá antenada nas tendências da comunicação moderna e criando açternativas que sobram em ousadia e criatividade. Parabéns mesmo a todos os envolvidos e, em especial, ao Yassuda, idealizador da campanha e diretor geral de todas as ações.  

8 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Agradeço à força no planinho aí. Enquanto eu estive pensando nele, enquanto eu estava executando-o, enquanto eu (tento) documentar tudo.
    Se bem que ele serviu para me mostrar que como planejamento eu sou um bom criação hahaha…

    Abraços!

  2. Passei pra parabenizar o Yassuda, que partiu pro mundo guerrilheiro e parece que vai se dar muito bem porque mostrou que consegue realizar ações eficientes com muita inteligência.

    Ah, não foi só a divulgação que foi boa, a balada foi bem STAILE também.

    Parabéns YAYA !!!

  3. boa Yassuda! (já colocou esse case no seu portfólio???) hehehe

  4. ótimo…é o filhote Yassuda na guerrilha….defende ae a guerrilha, rapá! abraço

  5. eu trabalhei com esse cara já…mó orgulho!

  6. nhé

  7. eu ein

  8. Orra, role top esse ai hein Xqd


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: